terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Freamunde antigo

Rua do Comércio
No início do séc. XX não era um local ainda ladeado de casas. Em 1907 havia ainda aí um pinheiral que a ensombrava e uma enorme carvalheira sobre "a casa d venda".
Foi António José de Brito, um importante autarca municipal da época, um camarista como diz o Pe. Francisco Peixoto, que teria conseguido do elenco da câmara, a denominação de Rua do Comércio. Era, na verdade, a principal artéria de Freamunde, onde se faziam grandes transacções comerciais. Ali havia a maior drogaria do norte do país e a primeira bomba de gasolina do concelho, pertencente à firma António José de Brito e Filhos Lda.
"Freamunde - Apontamentos para uma monografia"

domingo, 18 de janeiro de 2009

Hino do SC Freamunde

Já se encontra gravado em cd o hino do Sport Clube de Freamunde.O cd foi gravado no dia 25 de Novembro de 2008 por um grupo da Banda de Freamunde e vozes do Ensemble Vocal de Freamunde. O cd encontra-se à venda na Loja Azul.
Letra:
Refrão:

Sport Clube de Freamunde
És a nossa glória
Não tens rival
Entra em campo prá vitória
Em qualquer estádio de Portugal

Sport Clube de Freamunde
Honra a memória
dos teus heróis
Faz azul e branca a história
Doura a estrela com mil sois

I
Rola a bola presa à bota sempre em frente
Camisola azul tingida de suor
E se é golo na bancada salta a gente
Contente
És o maior!

Quando nem tudo está bem fica a certeza
Que a seguir os bons momentos surgirão
E os nossos jogadores com destreza
E firmeza
Vencerão!

II
No velhinho Carvalhal foi lindo e puro...
Tardes cheias de glória recordar...
Mas agora o nosso estádio é o futuro
Que eu juro
Vai brilhar!

Freamunde a nossa garra a ti pertence
Vou dizer bem alto o teu nome e dizer
Nesta terra toda a gente seja e pense
Freamundense
Até morrer!

Música e letra:
Carlos Cabral
Arranjo Musical:
Manuel de Abreu Neto
Direcção de Banda:
Carlos Silva
Direcção Coral:
Sílvio Cortez
Interpretação:
Associação Musical de Freamunde
Ensemble Vocal de Freamunde
Hino

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Neve em Freamunde

Há já muitos anos que não nevava com tanta intensidade em Freamunde. Para os apreciadores de neve, como é o meu caso, não poderia de deixar de tirar estas fotografias...Aqui ficam estas imagens deste espectáculo raro aqui por estas bandas, para mais tarde recordar...e continua a nevar...

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Quem será o próximo ladrão?

Não era bem este o post que queria colocar como primeiro do ano...mas as circunstâncias a isso obrigam...
Freamunde, 04/01/2009. Tarde convidativa para assistir a um jogo de futebol. Bancada do complexo desportivo muito bem composta, primeiro jogo do ano. 13ª jornada da Liga Vitalis. Sabia que não ia ser um jogo fácil, se é que existem jogos facéis nesta liga tão competitiva...Depois do roubo que foi o jogo Oliveirense-Freamunde, eis que tivemos o roubo - parte dois.
Depois de escandalosamente roubados em Oliveira de Azeméis pelo sr. Nuno Roque, com o senhor presidente da Liga de Clubes a assistir nas bancadas do estádio Carlos Osório, este senhor, o dito presidente, que já foi Secretário de Estado da Juventude e dos Desportos, prometeu quando foi eleito, que iria mudar a face do futebol nacional, e de facto mudou, para pior! Cada vez menos adeptos nas bancadas, arbitragens que metem nojo jornada após jornada...Esta liga, se bem que segunda, merecia árbitros de primeira categoria. Que critérios usarão os senhores responsáveis pela arbitargem para nomearem os árbitros para esta liga? Sinceramente não sei! Num país que faz parte da União Europeia, em pleno séc. XXI, não teriamos nós direito a uma arbitragem de melhor qualidade, digna dum país moderno e global?
Estes senhores que ganham autênticas fortunas por cada jogo que apitam, não deveriam ser justos e correctos? Deveriam! Mas não o são! Os grandes culpados desta barafunda são os tachistas que ocupam lugares de responsabilidades na Liga e que cobardemente se acomodam.
O S C Freamunde é um clube pequeno, sério e cumpridor, mas pelos vistos estamos a incomodar muita gente. Agora dou razão ao mister Regadas quando diz que "preparei a equipa para jogar contra onze e aparecem catorze". Há muita gente que não simpatiza com o homem pelas reacções a quente que tem tido, mas vendo bem os factos, tem toda a razão. E daqui para a frente o mister e o plantel têm que se mentalizar que vão para dentro do campo para jogar contra catorze e não contra onze. Estamos clara e escandalosamente a ser empurrados para os últimos lugares da tabela classificativa por esses senhores do apito sem nenhum discernimento e que por cá continuam a aparecer-nos à nossa frente e que com eles temos que gramar...Está visto e mais que visto que por muito que lutemos honestamente dentro das quatro linhas, para alcançar os lugares cimeiros da tabela classificativa, estes senhores elitistas, tudo vão fazer para que isso não aconteça.
Assim vai a Liga Vitalis, a segunda divisão nacional. Proponho ao senhor tachista que mude o nome para "Liga Fastio"...e que fastio!
Duas jornadas, dois ladrões: NUNO ROQUE e CARLOS XISTRA.
Mau demais para ser verdade!
Quem será o próximo?... Quem será o próximo ladrão a roubar-nos 3 pontos?...
Exige-se uma atitude por parte do poder político para esta impunidade que reina na arbitragem portuguesa! Onde os árbitros fazem o que bem lhe apetecem! Para esta roubalheira escandalosa! Gostaria de saber a pontuação dada a este ladrão pelo observador da Liga...
Temos e devemos dar valor a este plantel pela coragem e determinação que têm demonstrado no decorrer das últimas jornadas na luta pela verdade desportiva dentro das quatro linhas, e também a esta direcção, nomeadamente o seu presidente, que tem sido um autêntico guerreiro para que o clube a ninguém deva um tostão! Força Manuel Pacheco!