quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Esta é mesmo verdadeira

O "ACTOR" A MAIS EM CENA
Berta de Bivar foi uma das grandes damas do nosso Teatro e por isso mesmo, quase não se acredita que da sua boca tivesse saído o dito, ao mesmo tempo espirituoso e soez, que lhe é assacado.
Tendo iniciado a sua vida artística como cantora, em Lausanne e Genebra, sob a direcção de mestre Viana da Mota, que foi o seu primeiro marido, passeou a distinção que a caracterizava pelos mais requintados salões de uma Europa, que se curvava à arte pianística do seu afamado marido.
A partir dos anos 20, dedicou-se ao Teatro, tendo então casado com o nosso maior actor dessa época, que foi o grande Alves da Cunha, a quem acompanhou até à hora da morte.
Pois numa noite em que se representava o "Frei Luís de Sousa", do nosso grande Almeida Garret, e na cena final em que D. Madalena (Berta de Bivar) e Manuel de Sousa Coutinho (Alves da Cunha) aguardam, prostados no chão do convento, que o prior de Benfica lhes outorgue os escapulários da Ordem dos Dominicanos, rodeados de inúmeros frades que se dispunham a assistir à cerimónia, nasce, entre os actores e figurantes em cena, um riso irrestível que ameaçava tornar-se em franca gargalhada, o que estragaria de vez tão importante como solene momento da obra. O que será? Todos se entreolham, comprovam a decência dos seus trajes, indagam com olhares furtivos a razão dos disparatados risinhos...então, sente-se que em cena..."estava" um "actor" a mais, que não pertencia à figuração...E ouve-se, Berta de Bivar, indignada com tão repulsiva presença em acto tão solene, comentar com grande lástima:
-Isto é cú que não está habituado a vir à Igreja!..."

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Sebastianas de 1956


Aqui fica um belíssimo vídeo das Festas Sebastianas de 1956. Um vídeo com 55 anos das Festas da Vila de Freamunde.

domingo, 13 de novembro de 2011

Uma imagem

Imagem de um fim de tarde Outonal. Imagem de um Domingo Outonal...

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Lançamento do livro "Roberto, um marceneiro esperto"

O Museu Municipal de Paços de Ferreira acolhe, no próximo dia 12 (sábado), pelas 18 horas, a cerimónia de lançamento do livro "Roberto, Um Marceneiro Esperto", da autoria de Rosa de Vasconcelos.
Como se deduz do próprio título, este trabalho contempla uma história infantil, maioritariamente em quadras e quintilhas, onde a temática da madeira, e do mobiliário em particular, está sempre pesente.
Depois de "Paços d'Encantar" e "O Guerreiro da Lua Amarela", este é o terceiro trabalho de Rosa de Vasconcelos, sendo que todos eles focam aspectos que têm a ver com a realidade de Paços de Ferreira, concelho que ostenta muito orgulhosamente o epíteto de Capital do Móvel.
Paralelamente ao acto de apresentação e divulgação da obra, decorre uma exposição de esculturas e pinturas, que servem de suporte ao livro, que tem a chancela das Edições Tribuna.

Sobre a autora
Nasceu a 6 de Junho de 1960, em Figueiró e vive em S. Pedro da Raimonda (Paços de Ferreira).
É casada e tem duas filhas.
Educadora de Infância e lecciona no Agrupamento de Escolas de Freamunde.
Tem a pintura, a escultura e a literatura como "hobbies" permanentes, actividades estas que lhe valeram já vários prémios e proporcionaram inúmeras exposições.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Apenas duas imagens

Convívio dos Estrelinhas do Sport Clube de Freamunde realizado no passado mês de Outubro...