sexta-feira, 27 de abril de 2012

Freamunde e a Casa do Infantado (I I I)

A Casa de Vila Real era uma das mais antigas casas titulares do Reino. Ascendera à titulação logo no início da dinastia de Avis. através de D. Pedro de Meneses em 1424.
Os filhos mais velhos de D. João I, D. Duarte, D. Pedro e D. Henrique lembram ao Pai a conquista de Ceuta - aquela Ceuta que o conde Julião entregara aos Mouros invasores da Península.
Prepara-se tudo em segredo, e no dia 20 de Agosto de 1415 uma poderosa armada portuguesa pára diante de Ceuta. No dia seguinte foi dado o assalto e essa importante praça muçulmana caiu em poder dos portugueses. Propusera-se então aquele fidalgo D. Pedro de Meneses para primeiro capitão dessa fortaleza, após a sua conquista. Desde então, a Casa de Vila Real consolidara-se firmemente, alargando a sua base material e as redes de influência à sombra dos comandos e das proezas militares em terras Marroquinas. Ceuta foi-lhes concedida em capitania hereditária e vários ramos principais e secundários da linhagem militaram e governaram praças ultramarinas, com principal destaque para as norte-africanas. Noronhas e Meneses eram, dois apelidos que, além de enxamearem as genealogias da principal nobreza portuguesa de Seiscentos, identificavam serviços, feitos seculares e poder social político. Detinham significativos senhorios jurisdicionais no Reino, cargos hereditários na administração militar no Norte de 
África através dos quais souberam acumular significativa riqueza e algumas funções maiores na Corte régia, para além de uma bem estruturada e alargada rede de parentesco entre a principal elite nobiliárquica.
O ramo principal impusera-se, logrando acumular no seu historial os títulos de conde de Alcoutim (1496), a elevação a marquês de Vila Real (1489) e depois ao ducado com os Habsburgos, primeiro como duques de Vila Real (1585) e depois como duques de Caminha (1620). 
(continua)
João Correia - Jornal Gazeta de Paços de Ferreira

domingo, 22 de abril de 2012

Juniores Sub-19 na 1ª Divisão Nacional

Aí está!  Os Juniores Sub-19 do S. C. Freamunde subiram à 1ª Divisão Nacional deste escalão etário!  A vitória era o único resultado possível para a subida do S. C. Freamunde. E assim foi! Os pupilos de Tonanha venceram por 2 - 1 o F. C. Vizela, garantindo assim a tão almejada subida de divisão.
Foi um dia pleno de emoções com uma excelente moldura humana a apoiar a equipa.
Fica assim escrita mais uma página da história deste nosso S. C. Freamunde. Os Juniores Sub-19, estão novamente na 1ª Divisão Nacional, estão novamente na elite do futebol nacional.
Para a posteridade fica o onze inicial:
Cristiano; Monteiro; Vieira; Pacheco; Tiago; Edu (capitão); Babo; André; Bruno Teixeira; Ricardo D.; Rui Miguel.
Marcador: Monteiro (2) g.p.
Parabéns a toda a equipa. Parabéns à equipa técnica. Parabéns ao Departamento de Futebol de Formação. Parabéns ao S. C. Freamunde.
Para terminar, um cumprimento muito especial ao mister Tonanha. Bem haja.
O nosso destino é, indiscutivelmente, VENCER!

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Prémios Tribuna 2012

Assumidamente, os Prémios Tribuna são já uma referência no panorama cultural do concelho e do próprio País, quanto mais não seja pelas características e envolvências apresentadas.
E a 24ª edição, essa, acontece já este sábado, pelas 17 horas, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Paços de Ferreira.
Na oportunidade, vão ser distinguidos os melhores alunos dos segundo e terceiro ciclos das cinco escolas do concelho e, ainda, aqueloutro que se destacou ao nível do ensino secundário.
De igual modo, serão galardoados com Mérito Desportivo, por um lado, o Futebol Clube de Paços de Ferreira, pela sua presença histórica e brilhante na Final da Taça da Liga, a 23 de Abril de 2011, e por outro, uma autêntica "lenda" do Sport Clube de Freamunde, nada mais nada menos que o sócio número 1, Saúl Nunes, ele que remonta à fundação da própria colectividade, já lá vão 79 anos e que, no passado dia 14 de Março completou 100 anos de vida.
Já na classe do Mérito Empresarial, o prémio da presente edição vai para a firma Carfel, fundada pelo saudoso e dinâmico industrial, Sr. Carlos Felgueiras, com actividade vocacionada para o fabrico e comercialização de Máquinas Industriais para Artefactos de Betão.
A exemplo do que sucede de três em três anos, também vão ser agraciados, com Mérito Literário, os autores que apresentaram os melhores trabalhos a concurso, nas modalidades de poesia, subordinada ao mote "O Município e as suas 16 Freguesias", Quadra, Conto e Monografia, os quais são oriundos de vários cantos do País, designadamente Lisboa, Sintra, Aljubarrota, Felgueiras, Albufeira e Paredes, momento este aproveitado para se proceder ao lançamento do 5º Volume de Antologia Literária "Ferrária".
A Cerimónia Solene contará com a animação musical do Quinteto de Metais do Conservatório do Vale do Sousa", sob a regência do freamundense, Prof. António Leal, sendo que o Club FM Rádio/Rádio Clube de Paços de Ferreira vai proceder à transmissão na sua íntegra.
Após a sessão oficial de entrega dos Prémios, a jornada tem continuidade, agora na sede da Tribuna, à Avenida dos Templários, 318, onde se procederá ao lançamento do livro "Apontamentos – Ensaios, Crónicas, Fragmentos, Máximas e Reflexões", da autoria do Professor Universitário, Manuel Joaquim Alves Leal Gomes e abertura da exposição "Diversidade", concebida pela reputada artista plastica Maria Antónia Sousa.
A encerrar, o habitual jantar de confraternização e convívio, no "Restaurante Citânia", ali ao lado.
 PREMIADOS:   
 MÉRITO ESCOLARJoão Miguel Antunes Pinto (2º Ciclo);  Cláudia Beatriz Neto dos Santos (3º Ciclo), Mário Simão Andrade Moura (Ensino Secundário);
 MÉRITO EMPRESARIAL: Carfel - Máquinas Industriais para Artefactos de Betão;
MÉRITO DESPORTIVO: Futebol Clube de Paços de Ferreira e Saúl Alves Nogueira Nunes (foto)
MÉRITO LITERÁRIOGlória Marreiros; José António Palma Rodrigues; Maria Rosa Soares; José Henrique das Neves Martins Duarte;

terça-feira, 17 de abril de 2012

Zeca "Mirra" - 1926 / 2012

Em jeito de homenagem ao homem que lançou a "semente" da Formação do Sport Clube de Freamunde, José Monteiro dos Santos "Zeca Mirra", falecido no início desta semana, fica um pequeno excerto sobre Zeca "Mirra", retirado do livro "Sport Clube de Freamunde - Vida e Glória".
"Em Setembro de 1984, alguns dos seus "meninos" proporcionaram-lhe momentos de convívio, de alegria, de nostalgia, numa "festinha" bem organizada, nada sofisticada. (Foto de cima).
Do elogio ao homenageado, escrito e lido por Fernando "Lacerda", transcreve-se alguns excertos:
"...O seu brilhante passado de jogador e treinador mais que justificariam outro tipo de discurso, bem elaborado, mais pomposo, mas a sua simplicidade e a sua modéstia, de todos conhecidas, quadram melhor com meia dúzia de palavras simples e despretensiosas como simples e despretensiosa é a homenagem que estamos a prestar-lhe....Esta adesão pronta e maciça é o testemunho mais que evidente da grande estima em que o temos, da saudade desses velhos tempos e do respeito que, como homem, de todos merece. Ao senhor José e ao grande Zeca "Mirra" (dos que mais intimidade têm assim para o tratarem) eu dou um grande abraço em nome de todos os seus pupilos, como homenagem e como sinal da nossa eterna gratidão".
"Orientador de indiscutível competência, Zeca "Mirra é uma autêntica legenda viva dada a forma apaixonada como exerceu, quotidianamente, o seu importante papel.
Uma referência com uma marca incontornável no que ao S. C. Freamunde diz respeito.
Zeca "Mirra" foi o HOMEM que lançou a semente cujos frutos ainda hoje se estão a comer."
A primeira equipa de Juniores do S. C. Freamunde - Época 1952 / 1953
Em cima: Joaquim Alves "Judas" - José "Macarrão" - Joaquim Andrade - Carlos Felgueiras - Ivo - Zulmiro - Zeca "Mirra" (Treinador).
Em baixo: Luís "Mirra" - Aníbal Torres - David - Barbosa - Jaime "Alegre" - Humberto.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

VI Seminário de Futebol do Sport Clube de Freamunde

Decorreu no passado dia 13 de Abril,  o VI Seminário do Sport Clube de Freamunde. O sexto!...O primeiro realizou-se no dia 15 de Dezembro de 2006. Depois de um interregno de um ano, tem vindo a realizar-se consecutivamente até aos dias de hoje. 
É de louvar e de enaltecer este tipo de iniciativas organizadas pelo Departamento de Futebol de Formação do Sport Clube de Freamunde, que tem levado o bom nome do clube por esse País fora.
Por cá já passaram nomes conhecidos do panorama desportivo nacional como o prof. Ilídio Vale, Seleccionador Nacional de Sub-20; Paulo Bento, actual Seleccionador Nacional; José Mota, actual treinador do Vitória de Setúbal; Luís Castro, Coordenador Técnico do Futebol Clube do Porto; Dr. Rodrigo Magalhães, Coordenador Técnico do Sport Lisboa e Benfica; Prof. Paulo Cardoso, Coordenador Técnico do Sporting Clube de Portugal; Dr. Luís Freitas Lobo, comentador desportivo; Jorge Sousa, árbitro FIFA; Paulo Sérgio, treinador de futebol; Carlos Brito, treinador do Rio Ave Futebol Clube; Tonanha, treinador dos Juniores Sub-19 do Sport Clube de Freamunde; Paulo Fonseca, treinador do Desportivo das Aves; Jorge Casquilha, treinador do Moreirense; entre muitos, muitos outros nomes...
Integrado no programa do seminário, foram entregues os prémios anuais do Sport Clube de Freamunde, e também os prémios de mérito escolar aos atletas de cada escalão etário da Formação, referentes à época desportiva 2010 / 2011.
Os prémios anuais foram entregues pela seguinte disposição:
Prémio Melhor Treinador: Nené Correia
Prémio Atleta do Ano Formação: Pedro Monteiro
Prémio Atleta Revelação: Marco Matias
Prémio Atleta do Ano: Bock
Bem hajam pela excelente organização deste Seminário, como tem sido apanágio ano após ano, e que para o próximo ano o tenhamos novamente.
Parabéns Sport Clube de Freamunde.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Sport Clube de Freamunde - Época 1989 / 1990

O plantel do Sport Clube de Freamunde da temporada 1989 / 1990, treinado por Jorge Regadas. Na temporada 89 / 90, o Sport Clube de Freamunde disputava a Zona Norte da 2ª Divisão Nacional. Esta equipa terminaria a prova classificada na sexta posição da tabela o que lhe permitaria ascender à recém criada 2ª Divisão de Honra.
Curioso o equipamento de treino de cor vermelha...e também o estado da camisola do Rui Ribeiro...o velhinho Carvalhal tinha destas coisas...velhas glórias...
Equipa:
Em cima: Jorge Regadas (Treinador), Carlitos, Rui Maside, Zé Rodas, Baptista, Luís Filipe, Bráulio, Rui Pacheco "48", Pedro Barbosa, Carlos Vaqueiro, Lacota, Zé Nuno, Sardoura.
Em baixo: Rui Ribeiro, Paulo Fernando, Zé Eiriz, Vasco, Ricardo Ribeiro, Marcos António, Domingos Santos, David, Lowden, Roberto Dinamite.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

VI Seminário de Futebol do Sport Clube de Freamunde

É já no próximo dia 13 de Abril que o Departamento de Futebol de Formação do Sport Clube de Freamunde vai levar a efeito mais um Seminário de Futebol. Este ano, que já vai na sexta edição, o tema do seminário é "Futebol uma ciência, Medicina um desporto".
Como vem sendo hábito nas úlimas edições, o seminário irá realizar-se no Auditório Fernando Santos da Casa da Cultura de Freamunde.
Em baixo o programa e a ficha de inscrição.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Inauguração da Escola Preparatória de Freamunde

Inauguração da Escola Preparatória de Freamunde em 1984.
Na imagem vemos Fernando Santos num agradecido e reivindicativo discurso no dia da inauguração, pelo prof. José Augusto Seabra.

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Cem anos de histórias na memória de Saul

 FREAMUNDENSE CHEGOU AOS TRÊS DÍGITOS
Ouvir um resumo das lembranças de Saul Alves Nogueira Nunes acumulados nos seus 100 anos de vida é um exercício cativante.
O sócio número 1 do Sport Clube de Freamunde chegou à idade dos três dígitos no passado dia 14 de Março e, em conversa com o Imediato, recordou a sua juventude e as dificuldades que, na altura, se alastrava pela maioria das famílias portuguesas. Passou pelas grandes guerras, testemunhou a revolução do 25 de Abril de 1974 e hoje continua atento ao que se passa no exterior e ainda tem forças para ir ao supermercado com as sobrinhas, ficando responsável pelo carrinho de compras.
Optou pela vida de solteiro porque assistiu com amargura a alguns desentendimentos entre os casais e isso afligia-o, mas garante que « não faltavam raparigas a querer namorar comigo».
Começou muito cedo a trabalhar. Tinha apenas 14 anos e era o responsável para sustentar uma família com 7 irmãos. « Sempre fui lavrador e carteiro. Fazia os fretes às pessoas », recordando as longas viagens até Guimarães, Porto ou Felgueiras com o seu carro de bois. «As pessoas pediam para eu lhes levar as coisas para casa e depois davam-me mantimentos. Era um tempo de  fome, mas nunca faltou comida em casa », sublinha Saul, orgulhoso. « Era um tempo desgraçado e trabalhávamos toda a noite, mas sempre que podia ia para a praia », confessa. Aliás, o mar sempre foi uma das suas paixões. « Ia de carreira para a Foz e ficava por lá uma temporada. Gostava de ir à pesca ».
As festas e romarias continuam a fazer parte das suas rotinas.
In Jornal Imediato