terça-feira, 7 de maio de 2013

Poesia de Freamundenses

SE TU ME QUISESSES

Se tu me quisesses
Perguntava à Lua
Ou, a quem soubesse
Se amar na rua
É coisa que enlouquece
Ou desaparece
"Acto" que se esquece
Ou desaparece
Como a noite, do porquê
Que acontece...

Perguntas ou tempo
São gotas de orvalho
São pedras que sustento
Porque me acanho
São "rosas" passatempo
Sonhos de momento
São coisa que invento
São segredos do tempo

"Folhas" caídas
Soltas ao vento
Sei que um dia
Talvez por sorte
Ou com magia
Vou ser capaz
De fazer
Ou dizer-te
O que sinto
Sem cobardia

E fá-lo-ei melhor...
Certamente
Amor.

NANI SANTOS - "ALMA FREAMUNDENSE" - JULHO DE 2004

Nenhum comentário: