sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Pedaços de Nós

 A MINHA HOMENAGEM

O Porto, Freamunde e Portugal
Devem a este irmão, filho e cidadão,
Pelos anos de amor e servidão,
Uma parte do seu historial.

Não lhe batam mais palmas, por favor,
As palmas e palmadas que levou
Por aquilo que já nos orgulhou
Sentem-se nesta sala, p'lo calor.

Obrigado por tudo, senhor Santos,
Freamunde cobriu-o com seus mantos
E correu Portugal, de ponta a ponta,

Pela mão deste filho que adoptou
Que nunca do seu pai se envergonhou
Por ter que pagar cara a sua conta.

"Pedaços de Nós - Poesia Ilustrada" - Julho de 2001

Nenhum comentário: