quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Esta é mesmo verdadeira

A BON ENTENDEUR
Já aqui se falou do grande actor Chaby Pinheiro, vem a propósito referir uma forma habitual de cumprimento entre ele e a sua distintíssima colega Ângela Pinto. Não, não é a do "cara de cu", que já aqui vos contei - é outra...
A Ângela não era magra, mas também não era tão gorda que justificasse a exuberância de ancas que exibia, o que a fazia dispensar a utilização das chamadas "anquinhas", na época atavio feminino indispensável para se estar com a moda. O Chaby era imensamente gordo, nada fazendo prever, pois, que como diziam as más línguas (!!) - certa "parte" essencial do seu corpo não correspondesse, em tamanho, ao volume deste, a ponto do Chaby quase nunca a ter visto porque a barriga lho impedia...
Certa tarde, na rua, a Ângela vai a passar e o Chaby, risonha mas maldosamente, entendeu dever cumprimentá-la, fazendo-lhe uma enorme vénia para a frente, com os braços alargadamente arqueados, enquanto a saudava com uma voz grossa e profunda:
- "D. Ângela...!!"
Ângela Pinto, imperturbável, com aquele seu sentido de oportunidade e humor, que tanto a caracterizou, correspondeu ao cumprimento, igualmente risonha e não menos maldosa..., levantando o braço direito, com os dedos recolhidos, com excepção do "mendinho", que manteve a dar a dar, enquanto lhe retorquia:
- "Adeus, Chabyzinho..."
A bon entendeur...
FERNANDO SANTOS - "ESTA É MESMO VERDADEIRA" - JULHO DE 2001

Nenhum comentário: