segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Poesia de Freamundenses

AS PALAVRAS

As palavras são a força,
Na palma da minha mão.
O papel é meu oriente
Força da minha razão.

Poema em prosa ou em verso,
Escape do dia a dia,
Verso reverso do sonho
Realidade ou fantasia.

Palavra, arma de um povo
Rota, gasta e denegrida,
Suor de fome e de miséria
Do pobre palco da vida.

JACINTO SOUSA - "FREAMUNDE E O SENTIMENTO POPULAR" - 1987

Nenhum comentário: