sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Poesia de Freamundenses

 A PALMEIRA

Nesse teu lindo jardim
És a riqueza da Feira
Conheci-te sempre assim,
Que linda és oh Palmeira!

Freamunde tem vaidade
Quando está iluminada,
Dás beleza e mocidade
A quem anda na noitada.

Merecias muito mais,
A Câmara não tem espelho.
Só teus ninhos de pardais
Têm mais valor que o concelho.

E se pensam que te abatem,
Não chegam a pôr-te a serra
Todos os sinos rebatem
Há guerra na nossa terra!

RODELA - "FREAMUNDE E O SENTIMENTO POPULAR" - 1987

Nenhum comentário: