quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Gente da Nossa Terra

 ARMANDO ALHINHO

Meu amigo Armando Alhinho
desculpa-me lá o trato,
mas é com muito carinho
que num soneto o retrato.

Não imagina o prazer
que me dá, senhor Alhinho,
abrir este livro e ver
o amigo lá num cantinho.

Eu só canto gente boa,
tenha brasão ou coroa,
ande descalça ou calçada,

se do coração disser
que amará até morrer
esta nossa terra amada!

Nenhum comentário: