segunda-feira, 2 de maio de 2016

Esta é mesmo verdadeira

OUTRA DO PRATA...
...E passou-se com o impagável actor Joaquim Prata de quem aqui já se falou, sempre pronto, pelo seu feitio brincalhão, às mais irreverentes situações, tanto no palco, como fora dele.
Representava-se a comédia "O Costa do Castelo", com a inovildável actriz Maria Matos que, na peça, fazia um papel de "Baronesa", figura de caricata importância e respeito, venerada por todas as figuras da comédia e por todos cumulada de atenções. A cena passava-se num dos salões da sua senhorial residência e, a juntar à riquíssima mobília existente, ostentava, junto à porta principal, dois majestosos jarrões chineses, um de cada lado, quais solenes sentinelas, que ao ambiente emprestavam um ar distinto e artístico.
De repente, Joaquim Prata, que já tinha declarado, durante os ensaios, a sua embirração com aquelas "talhas", como ele lhes chamava, destapa um deles, enfia o braço direito lá dentro e, voltando-se para Maria Matos, em plena representação, estendo-lhe com os dedos apertados em elegante gesto enquanto lhe diz, com o mais gentil dos sorrisos:
- "Vai uma azeitoninha, senhora Baronesa?..."
FERNANDO SANTOS - "ESTA É MESMO VERDADEIRA" - JULHO DE 2001

Nenhum comentário: